6 FORMAS DE POUPARES DINHEIRO

Na sexta-feira passada publiquei este vídeo, onde vos dava seis dicas sobre como poupar dinheiro. Como sei que alguns de vocês apenas seguem o blog, resolvi partilhar por aqui a lista dos seis tópicos que falei no vídeo!

Já pensaste na quantidade de coisas que podias fazer se pudesses ter parte do teu dinheiro de volta? Aquela parte que gastaste desnecessariamente, numa peça que nunca usaste ou em excessos desnecessários? Não podemos ter a totalidade desse dinheiro de volta, mas podemos começar HOJE a aprender a gerir melhor o nosso dinheiro, de forma a termos a possibilidade de, a longo prazo, gastarmos um bocadinho mais naquilo que realmente queremos/precisamos e considerarmos um investimento.

Os geeks das finanças defendem que nós devemos dividir o nosso income (tudo aquilo que entra na nossa conta, depois dos impostos pagos) em: 50% para aquilo que temos de pagar (casa, luz, água, escolas, seguros, etc), 30% para aquilo que queremos comprar (jantares, roupa, livros, cinema, etc) e 20% deve ir automaticamente para as poupanças. Eu sei que nem sempre é fácil, ou até mesmo possível, pouparmos 20% daquilo que recebemos; mas se conseguirmos uma margem entre os 5% e os 20% já vai fazer uma grande diferença ao fim de um ano. Uma das coisas que eu faço há algum tempo é manter uma conta aberta apenas para esses 20% que eu poupo, porque assim não tenho tendência a gastá-los durante o mês.

As 6 Formas que te vão permitir poupar dinheiro, em simples ações do dia-a-dia:

  1. Antes de comprares, pergunta: preciso? posso? vou usar quantas vezes? se fosse mais caro, compraria à mesma? Evita a gratificação instantânea e pensa, a longo prazo, se aquele item realmente fará diferença. Se decidires não comprar, transfere esse dinheiro que gastarias na peça para a conta de poupanças (é dinheiro que poupas em vez de gastar);
  2. Vende o que já não usas (ganhas dinheiro e limpas o “lixo” da tua casa);
  3. Leva a marmita (a até mesmo o café) em vez de gastares mais do dobro em refeições fora de casa;
  4. Pára de fumar, é sério. Se consumires um maço por dia, são 4,8€ diários, em média, e 1752€ num ano… Imagina o que podias fazer com esse dinheiro, em vez de os estares a gastar na tua deterioração!;
  5. Faz um diário de gastos, onde, no fim do mês, escrever tudo aquilo que gastaste e onde gastaste. Podes dividir pelos 50% obrigatórios e os 30% desejos e perceber onde andas a gastar mais do que devias. É uma excelente forma de te manteres responsável pelos teus gastos e ponderar melhor no próximo mês;
  6. Vai às compras com uma lista e evita distrações. Gasta mais naquilo que é realmente importante, e ignora o que não é. Investe nas peças que tenham qualidade e não na quantidade. Ao comprar menos coisas, conseguimos gastar um bocadinho mais em cada coisa individualmente e ter assim coisas de melhor qualidade que nos vão durar mais, em vez de muita coisa barata e sem qualidade.

O ser humano tem tendência a querer aquilo que nos dá prazer imediato, e acabamos por dar preferência aos benefícios a curto prazo em vez de pensarmos a longo prazo. Mas se, no dia-a-dia, adoptarmos uma atitude mais consciente e consumirmos de forma inteligente, vamos conseguir alcançar as coisas que desejamos no futuro. Lembra-te: pensa sempre no benefício a longo prazo.

GuardarGuardar

2 Comments

  1. Joaninha, que blogue tão bonito. Só hoje é que tomei consciência de que ele já estava aqui e tão bonito para nós e para ti. Parabéns ppr este grande sucesso. Estou a adorar explorar as páginas sem fim.
    Quanto à publicação e ao seu conteúdo, não podia concordar mais com as dicas que nos apontas. Tento seguir algumas já há algum tempo como, por exemplo, escrever tudo o que gasto e perceber qual o tipo de coisas em que tenho investido mais e que não são propriamente um investimento. Por isso, acho estas dicas fundamentais e gostei mesmo da maneira preocupada e simples com que as apresentaste.
    Espero mesmo que continues a ter muito sucesso. Gosto mesmo de te seguir nas redes sociais. Transmites-me uma energia fantástica e ainda és tão nova. Eu também sou, mas percebeste a ideia.
    Obrigada por estares desse lado constantemente a batalhar mais e mais por nós. 💛 beijo enorme 🌻
    Daqui, com carinho,
    Joaninha também.

    1. Olá Joana 🙂 Muito obrigada pelas tuas palavras e pelo carinho! Espero que gostes do conteúdo que está por vir, e que eu possa continuar a partilhar as minhas experiências. Um beijinho enorme <3

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *